Cooperação cultural

No âmbito das suas actividades culturais, a Alliance Française tem a missão de incentivar os intercâmbios culturais e o diálogo entre os actores culturais angolanos, franceses e francófonos. Durante a vinda de artistas músicos, cantores, bailarinos, e também de productores de espectáculos ou directores de teatro ou de festival, organizamos encontros e formações destinados a apoiar a formação dos artistas e a trocar experiências.

Essas acções são muitas vezes efectuadas em parceria com institutições angolanas e francesas, sendo a Alliance Française de Luanda o operador cultural da Embaixada de França em Angola.

AS NOSSAS ACÇÕES DE COOPERAÇÃO CULTURAL

Em cada ano, a Alliance Française de Luanda acompanha artistas locais e actua também no âmbito de vários eventos culturais luandenses.


APOIO AOS ARTISTAS LOCAIS

Música

Em Junho de 2019, a Alliance Française de Luanda coordenou os concertos da cantora angolana Aline Frazão que fez uma turnê nos Institutos Franceses de Brazzaville, Ponta-Negra e Kinshasa, passando pela Alliance Française de Cabinda para o seu vigésimo aniversário.

Em 28 de Novembro de 2019, o músico angolano Gari Sinedima actuou na Escola francesa Alioune Blondin Beye no âmbito do Dia Internacional do Professor de Francês.

Em Dezembro de 2019, para o lançamento do seu novo álbum, a Alliance Française de Luanda programou uma turnê do cantor angolano Totó ST nas duas antenas da Alliance Française em Angola : Lubango e Cabinda.

Palhaços terapêuticos
No final do ano 2018, a Embaixada de França e a Aliança Francesa de Luanda lançaram, com o apoio da Air France KLM Angola, um projecto inovador em Angola : « Palhaços terapêuticos » formados a essa arte com o Rafael de Moura e com objectivo de ir ao encontro de crianças carentes vítimas de exclusão social, abandono familiar ou sem-abrigo.


FORMAÇÕES DO SECTOR CULTURAL

Formação em gestão de projecto cultural: De 13 de Março a 13 de Abril de 2019, a brasileira Dédé Ribeiro realizou uma formação em gestão e produção de projecto cultural nas instalações da Alliance Française de Luanda.

Formação em fotografia: De 23 de Outubro a 4 de Novembro de 2019, a AF de Luanda organizou um curso intensivo de fotografia com o francês Stéphane Deneuville, em parceria com a Embaixada de França em Angola.

Formação som: De 5 a 17 de Dezembro de 2019, Otávio Moura, técnico de som brasileiro, realizou uma formação profissional em técnicas de som para evento cultural no Centro Cultural Brasil-Angola (CCBA). 35 pessoas puderam participar desta formação de 30h de aulas teóricas e práticas e obter um certificado.

Formação luz: Simultaneamente, a Aliança Francesa organizou outra formação dedicada à luz no Teatro Elinga de 10 a 20 de Dezembro de 2019. Engenheiro de luz de vários projectos e companhias em França e no Congo, Clé Konongo formou 35 pessoas em iluminação de palco e a criação de luz para um espectáculo.


VALORIZAÇÃO DO PATRIMÓNIO

Museu de Antropologia / Fundo Franco-Alemão

Em 2018, a Embaixada da República Federal da Alemanha, a Embaixada de França em Angola e a Aliança Francesa de Luanda realizaram uma série de acções de cooperação para valorizar o património cultural angolano. O conjunto dessas actividades financiado pelo Fundo Cultural Franco-Alemão desenvolveu-se de Maio a Outubro de 2018.

As acções foram as seguintes:

  • Uma formação em museologia tendo como tema « Mediação nos museus, uma nova abordagem das colecções » foi organizada para a equipa do Museu de Antropologia de 29 de Maio a 1 de Junho 2018.
  • A digitalização de mais de uma centena de obras do museu.
  • -Conferências em 16 e 18 de Outubro de 2018 no Centro Cultural Brasil-Angola em Luanda. Pesquisadores locais e internacionais foram convidados para debater e conversar sobre antropologia em Angola e no Reino do Kongo.
  • -Realização / Produção de materiais pedagógicos para visitas guiadas com escolas, crianças e famílias.
  • Criação de um site web com uma galeria virtual com a Agência francesa Webcom.

Mbanza Kongo / Festikongo
No quadro do FSPI (Fundo Solidário para os Projetos Inovadores) « Apoio às autoridades locais e tradicionais no desenvolvimento do sítio classificado como património mundial da humanidade (UNESCO) de M’banza Kongo », a Aliança Francesa realizou acções para valorizar o sítio histórico. A mais notável delas é a primeira edição do Festikongo que ocorreu de 5 a 8 de Julho de 2019 na capital política e espiritual do Kongo. A abertura do festival foi feita sob os altos auspícios do vice-presidente da República Sr. Bornito de Souza e numerosos ministros. A Aliança Francesa de Luanda contribuiu na elaboração da programação convidando artistas internacionais e nacionais das áreas da literatura, da dança e da música

O programa proposto pela AF era o seguinte:

  • Lançamento em português do livro Un Océan, deux Mers, Trois Continents do Wilfried N ́Sondé, traduzido pelo José Mena Abrantes e apresentação da obra pelo autor.
  • Na noite do 5 de Julho, o grupo Congolese Roga Roga Extra Musica realizou um grande concerto na praça principal da cidade.
  • A companhia Kussanguluka veio para realizar workshops e um espectáculo de dança tradicional.
  • Simultaneamente das actividades em M’Banza Kongo, o pesquisador Gabonese Sr. Mve Negou foi convidado para participar, em Soyo, das actividades sobre a rota da escravidão e a chegada dos primeiros escravos negros na América do Norte.
  • Além dos concertos e dos espectáculos, feiras artesanais foram organizadas durante todo o período do festival, propondo diversos estandes de alguns países participantes, de empresas, bancos, artesãos, etc

O festival acolheu nada menos que 3.000 participantes, entre habitantes locais, visitantes, turistas e artistas.


GASTRONOMIA

Em 2020, a noite do Sabores Francófonos desenrolou-se no Palácio de Ferro, em 13 de Março, com dezoito países representados e um total de novecentas pessoas reunidas, aplicando um protocolo sanitário estrito neste contexto de início de pandemia.

De 21 a 23 de Março de 2019, o chefe e consultante francês Julien Mercier foi convidado pela Aliança Francesa de Luanda para jornadas de workshops com a participação de cozinheiros locais.

Em 15 de Março de 2019, a tradicional noite dos Sabores Francófonos ocorreu na fortaleza São Miguel, juntando dezoito países da Francofonia e atraindo mais de oitocentas pessoas.


CONVITES DE ARTISTAS INTERNACIONAIS

O concerto dos Provocateurs abriu às festividades do Mês da Francofonia 2020, em 6 de Março. O duo composto por Viriginie Manent (França) e Edgard Escandurra (Brasil) fez uma representação no Centro Cultural Brasil-Angola (CCBA). No quadro desse evento, os cantores interpretaram clássicos do repertório do Gainsbourg e do Boris Vian.

Em 29 de Janeiro de 2020, para as celebrações Franco-Alemãs, um concerto do pianista Simon Ghraichy foi organizado na Casa das Artes em parceria com a Embaixada da República Federal de Alemanha e o Goethe Institut

No início do mês de Novembro de 2019, a Casa das Artes e a AF de Luanda juntaram-se para organizar dois concertos da cantora e tocadora de kora Sona Jobarteh. (As duas representações reuniram perto de 450 pessoas.)

Em 8 de Outubro de 2019, a Aliança Francesa organizou um concerto no CCBA da cantora Leni Stern de passagem em Angola, para um concerto em Catumbela.

De 22 de Setembro a 2 de Outubro de 2019, a AF de Luanda coordenou a turnê da Cie Tour de Cirque para a apresentação do seu novo espectáculo « Derrière la porte » com numerosas representações no país.

Para a Festa da Música, em 21 de Junho de 2019, em parceria com o Teatro Elinga e o Centro Cultural Franco-Moçambicano (CCFM), a Aliança Francesa de Luanda convidou o músico Deltino Guerreiro para um concerto no Teatro Elinga.

Em finais de Maio 2019, a AF de Luanda e a Casa das Artes organizaram o concerto do Congolese Mario Rui Silva e da Franco-Camaronesa Valérie Ekoumé.

Em Abril de 2019, em parceria com a Luanda International School (LIS) e o Teatro Elinga, a Aliança Francesa propus workshops e três representações da Cie Cap Congo.

Em Março de 2019, o grupo francês Billet d’Humeur e o artista ruandesa Buravan (vencedor do prêmio Découverte RFI) foram convidados para um grande concerto nas instalações da União dos Escritores Angolanos, aos 22 de Março de 2019.

No quadro desse mesmo mês dedicado à Francofonia, o mágico e contador francês, Eric Chartiot, apresentou uma série de espectáculos essencialmente dirigidos ao público jovem, na rede das escolas Eiffel, institutos franceses e parceiros da AF em Angola.